Congregação Israelita Beit Itabuna - BA

Chanukah

Acendimento das Luzes durante os 8 dias


  

Veja como acender a Chanukiyá em Chanuká - 8 dias de Festa das Luzes 5771 - 2010
Durante oito noites e dias comemoramos a Festa das Luzes, o Chanuká. O Templo Sagrado,violado pelos rituais greco-pagãos, foi reconsagrado e a Menorá (candelabro) reacesa com azeite puro de oliva pelos Macabeus.
A quantidade de azeite encontrada no Templo era suficiente para apenas um dia, mas durou oito. Em lembrança a estes milagres comemoramos oito dias de Chanucá acendendo a chanukiá.

A palavra CHANUKÁ ou Chanucá significa literalmente, "Inauguração". A Festa das Luzes recebeu este nome em comemoração ao fato histórico de que os Macabeus, neste dia, "Chanu" (descansaram) das batalhas no "Cá" (25º dia) dês Judaico de Kislêv.

Comemora-se Chanucá em 25 de Kislêv todos os anos. Neste ano de 5771 (2010), a primeira vela é acesa no dia 1º de dezembro e a última, dia 08/12/2010, totalizando 8 dias de duração.

Motivo da Comemoração: Antiocus (Antiochus), rei da Síria, governou a Terra de Israel depois da morte de Alexandre, o Grande. Pressionou os judeus a aceitarem a cultura greco-helenista, proibindo o cumprimento das mitsvot (preceitos) da Torá e forçando a prática da idolatria pagã.

Antiocus foi apoiado por milhares de soldados de seu exército. Em 165 AEC, os Macabeus, corajosos lutadores oriundos de uma família de Cohanim (sacerdotes) de muita fé, os Chashmonaim, apesar do antagonismo esmagador, saíram vitoriosos de uma batalha travada contra o inimigo.

O Templo Sagrado, violado pelos rituais greco-pagãos, foi novamente purificado e consagrado e a Menorá (Candelabro do Templo Sagrado) reacesa com o azeite puro de oliva, descoberto milagrosamente no Templo.

A quantidade encontrada era suficiente para apenas um dia, mas milagrosamente durou 8 dias, até que um novo óleo puro pudesse ser produzido e trazido ao Templo. Em lembrança destes milagres comemoramos Chanucá durante oito dias.

Como Acender a Chanukia:

Deve-se preparar ou adquirir uma Menorá de Chanucá que por definição tem oito braços numa fila reta de igual altura, além do Shamash. O shamash (vela auxiliar), usado para acender a menorá, é colocado mais alto ou à parte das outras.
Uma menorá que funcione com eletricidade pode ser usada apenas como decoração de Chanucá, mas não cumpre a mitsvá (conexão com D’us) do acendimento da menorá/Chanikiyá.


Parte da mitsvá de Chanucá é a divulgação do milagre de Chanucá, portanto costuma-se colocar a Chanukiyá rente ao batente oposto ao que se encontra a Mezuzá, ou numa janela de vidro, claramente visível do lado de fora.
Velas podem ser usadas, mas devido ao seu papel no milagre de Chanucá, uma menorá com azeite é especialmente significativa.

Na primeira noite de Chanucá, assim como nas demais, reúna a família para o acendimento da Menorá - Chanukiyá. Antes de acender, recite a bênção apropriada. Utilize o shamash para acender a primeira vela, no extremo direito da menorá (vide imagem).


Na segunda noite,acenda uma vela adicional à esquerda da vela acesa na noite anterior. Repita o mesmo processo a cada noite de Chanucá, onde a vela a ser acesa é sempre a nova, procedendo da esquerda para a direita. As velas devem arder com fogo aceso durante pelo menos meia hora.

Se uma vela apagar durante o período em que deveria estar ardendo, deve ser reacendida. Na noite seguinte, os pavios e o azeite restantes podem ser reaproveitados.

A luz da chanukiyá é sagrada e não pode ser utilizada para outro fim, como leitura ou trabalho.

Acendimento na véspera e após o Shabat Na tarde de sexta-feira, acendemos as velas de Chanucá pouco antes das velas de Shabat. (No Shabat, o sagrado dia de repouso, é proibido acender uma chama). A chanukiyá não pode ser tocada ou removida depois de seu acendimento na sexta-feira até sábado após o anoitecer.

No sábado (Motsaei Shabat), as velas de Chanucá somente são acesas após o final do Shabat, depois que a prece de Havdalá é recitada.

Como acender a Chanukiyá - passo a passo:
Primeiro, acende-se o shamash, depois pronuncia-se as seguintes bênçãos:

1.
Transliteração: Baruch Atá A-do-nai, E-lo-hê-nu Mêlech Haolam, asher kideshánu bemitsvotav, vetsivánu lehadlic ner Chanucá.
Tradução: Bendito és Tu, A-do-nai, nosso D'us, Rei do Universo, que nos santificou com Seus mandamentos, e nos ordenou acender a vela de Chanucá.

2.
Transliteração: Baruch Atá A-do-nai, E-lo-hê-nu Mêlech Haolam, sheassá nissim laavotênu, bayamim hahêm, bizman hazê.
Tradução: Bendito és Tu, A-do-nai, nosso D'us, Rei do Universo, que fez milagres para nossos antepassados, naqueles dias, nesta época.

Apenas na primeira noite ou pela primeira vez, acrescenta-se:

Transliteração: Baruch Atá A-do-nai, E-lo-hê-nu Mêlech Haolam, shehecheyánu vekiyemánu vehiguiyánu lizman hazê.
Tradução: Bendito és Tu, A-do-nai, nosso D'us, Rei do Universo, que nos deu vida, nos manteve e nos fez chegar até a presente época.
Acesse o seguinte link de chabad.org para escutar as Berachot

Em seguida, acendem-se as velas da chanukiyá com o shamash, da esquerda para a direita. Após acender as velas, coloca-se o shamash à esquerda da chanukiyá de modo que fique mais alto do que as chamas da chanukiyá, e recita-se:
Transliteração: Hanerot halálu ánu madlikin al hateshuot, veal hanissim, veal haniflaot, sheassíta laavotênu, bayamim hahêm, bizman hazê, al yedê cohanêcha hakedoshim. Vechol shemonat yemê Chanucá, hanerot halálu côdesh hem, veen lánu reshut lehishtamesh bahen, êla lir'otan bilvad, kedê lehodot ul'halel leshimechá hagadol, al nissêcha, veal nifleotêcha, veal yeshuotêcha.

Tradução: Nós acendemos estas luzes em virtude das redenções, milagres e feitos maravilhosos que realizaste para nossos antepassados, naqueles dias, nesta época, por intermédio de Teus sagrados sacerdotes. Durante todos os oito dias de Chanucá, estas luzes são sagradas, e não nos é permitido fazer qualquer uso delas, apenas mirá-las, a fim de que possamos agradecer e louvar Teu grande nome, por Teus milagres, Teus feitos maravilhosos e Tuas salvações.


Fonte: Beit Chabad Central

http://www.koshermap.com.br/pt/item/print.html?id=6277

Parashat Ki Tetsê - Quando saíres - Deuteronômio 21:10-25:19

Parashá

A Parashat Ki Tetsê 

Ki Tetsê começa discutindo o caso de uma mulher quando capturada por um soldado judeu durante uma batalha. Pelo resto da Porção, a Torá continua com uma lista de várias mitsvot cobrindo vasta gama de tópicos. Relata então os direitos especiais de herança do primogênito, o caso do filho teimoso, a importância de respeitar-se a propriedade de outras pessoas, a obrigação de enxotar a ave mãe do ninho antes de pegar seus filhotes, e que não se deve vestir shatnez, mescla de lã e linho na mesma peça de roupa.
O caso da difamação da mulher casada é então discutido, seguido pela proibição de adultério e outros casamentos proibidos, bem como a ordem de manter o acampamento do exército como local santificado. Após mencionar brevemente o divórcio e o requerimento de um guet (carta de divórcio), a Torá discute o sequestro, a mitsvá de pagar os trabalhadores no tempo apropriado, e o conceito da responsabilidade do indivíduo por suas próprias ações.
A Torá descreve então a consideração especial que deve ser dada a um órfão e a uma viúva, o casamento levirato e a mitsvá de ser honesto nos negócios. Esta Porção da Torá conclui com uma exortação para recordar as atrocidades que a nação de Amalek cometeu contra nós após o Êxodo.

 http://www.pt.chabad.org

PORQUE OS JUDEUS NAO ACREDITAM EM JESUS? ANALISANDO O TEXTO ORIGINAL!

ÓTIMA EXPLICAÇAO COM O RABINO MORÉ VENTURA!!
INTERPRETAÇÃO ORIGINAL, DIRETO DO HEBRAICO


<
DEIXA UM LIKE COMPARTILHE COM OS AMIGOS!

INTERPRETAÇAO CORRETA VEM DO HEBRAICO E NAO DE OUTRAS LINGUAS
PORQUE O TEXTO ORIGINAL É HEBRAICO!
FUJA DOS ERROS DE  TRADUÇÃO E DESCONTEXTUALIZAÇÃO!!



#Por que os judeus não acreditam em Jesus e/ou Yeshuah - ISAÍAS 53 #

RELACIONADOS
#,TORÁ,PROFETAS,PROFECIAS,PALAVRAS,#,HASHEM,ENSINAMENTOS,ISAIS E PROFECIAS,YESHAYAHU ###53,RABI,RABINO,RAV,MORÉ,VERDADES,EMET,HEBRAICO,#HEBREW,JUDAICO,JUDEUS,CONHECER HEBRAICO,DO HEBRAICO
PARA O PORTUGUES,ENSINAMENTOS JUDAICOS COM UM RABINO, ISRAEL, BRASIL, AMERICA ,brasil,#bahiaBAHIA#NORDESTE#
INTERPRETAÇAO CORRETA O ORIGINAL DO HEBRAICO PARA O PORTUGUES COM RABINO MORÉ VENTURA BRASIL - ISRAEL

PALESTRA DE PESSACH - 'A escravidão do Egito e o papel do sofrimento'

'A escravidão do Egito e o papel do sofrimento'
Em Deuteronômio 4/20 e em Jeremias 11/4, a Torah chama a experiência da escravidão do povo de Israel no Egito de 'Fornalha de Ferro' e de acordo com Provérbios 17/3, a função desta fornalha nada mais é do que ser um instrumento de purificação dos mais nobres metais.
Daqui aprendemos, que de acordo com a perspectiva da Torah, o sofrimento, com todas as dores que trás, carrega consigo um importante potencial de evolução, que se soubermos aproveitar, certamente trabalhará para o nosso bem

Quer saber mais?

venha participar de nossa palestra Online no dia 13/04, as 21:00.
Inscrições no link abaixo:

Shalom Amigos! Receba Novidades Por email!

DIGITE SEU EMAIL

Após a inscrição confirmar na sua caixa o e-mail recebido !

 
© 2009 BEIT ITABUNA