Congregação Israelita Beit Itabuna - BA

O VERDADEIRO JUDAISMO - RABINO MORÉ VENTURAS - SP


E com grande prazer que no Domingo dia 9 de Agosto teremos a ilustre presença do Rabino Gilberto Venturas, onde ele palestrará sobre o Tema: O Verdadeiro Judaísmo. 

Tenho certeza que o bate papo será muito proveitoso e nos ajudará a entender um pouco mais sobre uma cultura de aproximadamente, 3500 anos de tradição e história.

As inscrições começaram a partir do dia 3 de Agosto, mais informações inbox ou pelos telefones abaixo.

011 2358 2348
011 9 8193 0765


Shabat Shalom a todos.
 — com Gilberto Venturas.







Parashat Devarim - Palavras - Deuteronômio 1:1-3:22


Esta semana começamos o quinto e último livro da Torá, Devarim (Deuteronômio), conhecido na literatura rabínica como Mishnê Torá, a revisão da Torá. Seu conteúdo foi falado por Moshê ao povo judeu durante as cinco semanas finais de sua vida, enquanto o povo se preparava para entrar na Terra de Israel. Nele, Moshê explica e comenta muitas das mitsvot outorgadas previamente e outras que aqui aparecem pela primeira vez. Ele também os adverte continuamente a permanecer diligentes e fiéis às leis e ensinamentos de D’us.
A Parashat Devarim começa com a velada censura de Moshê, na qual faz referência aos numerosos pecados e rebeliões dos quarenta anos anteriores. Prossegue então relatando vários dos incidentes mais significativos que ocorreram com o povo judeu no deserto, lançando uma luz sobre as narrativas prévias da Torá.
Moshê fala da malograda missão dos espiões: dez dos doze homens enviados para vigiar a terra tinham voltado com um relatório negativo, e devido à falta de fé do povo, D’us condenou toda a nação a vagar por quarenta anos no deserto, tempo durante o qual a geração do êxodo morreu. Moshê então avança para discutir a conquista dos Filhos de Israel da margem leste do Rio Jordão. A Porção da Torá conclui com palavras de encorajamento para o sucessor de Moshê, Yehoshua.


http://www.pt.chabad.org

Vaetchanan - Deuteronômio 3:23-7:11

Vaet'chanan continua o relato da Torá sobre o discurso final de Moshê aos Filhos de Israel. Ele diz ao povo que implorou a D'us para permitir-lhe entrar na terra de Israel, mas o Criador recusou seu pedido.
Moshê então continua a exortar e advertir o povo a obedecer à Torá e seus mandamentos, não aumentando nem subtraindo de suas mitsvot. Diz-lhes para lembrarem-se sempre da incrível Revelação que viveram no Monte Sinai, passando aquela memória de geração em geração.
Moshê adverte o povo judeu sobre o prolongado exílio que viverão se abandonarem a Torá, e como D'us ao final os levará de volta à terra de Israel. Após designar as três cidades de refúgio na margem oriental do Rio Jordão, Moshê repete os Dez Mandamentos e ainda descreve a revelação do Criador no Monte Sinai, enquanto ao mesmo tempo continua a admoestar o povo judeu a manter sua observância da Torá.
Moshê ensina-lhes então o primeiro parágrafo do Shemá, a passagem fundamental que recitamos duas vezes ao dia, expressando nossa crença de que D'us é um, e declarando nosso compromisso de amá-Lo e servi-Lo.
Mais uma vez, Moshê exorta o povo a confiar em D'us, permanecer fiel à Torá, e ficar sempre consciente das ciladas da prosperidade e do sucesso.
Após ordenar ao povo judeu que ensine seus filhos sobre o milagroso Êxodo do Egito, a porção conclui com alguns mandamentos adicionais e avisos a respeito da conquista próxima da terra de Israel.
  • http://www.pt.chabad.org/


O VERDADEIRO JEJUM É ALIMENTAR O FAMINTO! (Isaias 58)

O VERDADEIRO JEJUM É ALIMENTAR O FAMINTO! (Isaias 58)
CHEGA DE HIPOCRISIA! VAMOS ACORDAR!
Mano, ta chegando o Jejum de 9 de Av, referente à destruição do Templo de Jerusalém, e como todo ano, galera fica repetindo, ad nauseum, os motivos históricos e tals e tals, do jejum. (Blá, blá, blá, blá)
Não há dúvidas de que tal conhecimento É IMPORTANTE, mas o fato simples e óbvio, repetido inúmeras vezes em nossas fontes, é que a proteção do Eterno se retirou do Templo de Jerusalém, devido a destruição dos 'Templos humanos de carne e osso' por meio do ÓDIO GRATUITO que existia entre as pessoas daquela época e que persiste em nossos dias de modo ainda mais nu e cru!
Sim, galera! A vida ta desvalorizada feito LIXO e não adianta fechar os olhos pro presente para lamentar o passado!
-Homens e mulheres jogados na rua, como se fossem lixo!
-Idosos abandonados por suas famílias quais produtos descartáveis!
-Bebês sendo gerados sem responsabilidade para depois serem jogados no mundo para, quem sabe, servirem um dia de aviões para o tráfico de drogas!
-Programas de televisão que inundam nossas mentes de violência!
-Erotização das crianças!
-Salários de fome!
-Transporte de gado!
-Materialismo exacerbado!
-Racismo.
-Violência em nome da religião.
-Fofocas e difamações.
-Mídia mentirosa!
-Governo corrupto!
-Custo de vida exorbitante!
-Drogas e álcool destruindo vidas.
-Filhos desonrando pais.
-Pais desinteressados pelos filhos.
-Irmãos que vivem como inimigos.
-Casais que se odeiam.
-Líderes religiosos disputando público, muitas vezes usando de demagogia, mentiras e difamação.
E um monte de gente que de alguma forma integra esta lista acima, replicando discursos que condenam o 'ódio gratuito' dos antigos, enquanto assistem, hipocritamente passivos, a decadência e a desgraça humana imperar!
SIM! MINHA VONTADE É A DE IR A FRENTE DE NOSSOS 'TEMPLOS' E GRITAR:
-HIPOCRISIA! HIPOCRISIA! HIPOCRISIA!
Seus discursos de amor de nada valem, enquanto não fizerem nada para combater a dor e a miséria dos que sofrem!
(que as vezes são seus próprios pais, filhos, irmãos e cônjuges!)
De nada valem suas campanhas bancadas por isenções fiscais e que transmitem matéria fria, ainda que as vezes útil, sem o aperto de mão, sem o encontro de olhares, sem um abraço e sem atitudes concretas para melhorar as estruturas materiais e emocionais que oprimem tanta gente, de todas as camadas sociais!
Chega galera! Chega de papo furado! Chega de Blá!
Parem de se focar somente na história e parem de aceitar um modelo OBCECADO NO RITO, e no MISTICISMO, cuja importância real seria a de ajudar a direcionar-nos à elevação espiritual e cujos frutos deveriam ser ATITUDES EDIFICANTES em prol da humanidade!
Sim! O rito é importante! Sim o estudo da lei é essencial!
Mas não do modo vigente que relega o estudo dos textos sociais dos profetas a último plano! (Que tipo de ortodoxia é esta que não estuda os profetas?)
(Sim! A maioria de nós nunca estudou os profetas!)
Aonde estão os gritos de ISAÍAS, ZACARIAS E AMÓS em prol da viúva, do órfão e do estrangeiro?
Aonde está o dedo em riste do profeta ELIAS que denunciava e discursava contra a corrupção real à um palmo do nariz dos reis mais corruptos de nossa história?
Aonde estão os conselhos de Rabi Akiva e Hilel que colocam o amor ao próximo como elemento central da vivência religiosa judaica, tratando todo o restante 'apenas como explicações'?
por que tanta obsessão no rito (que ressalto ser importante), porque tanto foco no misticismo e tanto descaso para com as questões sociais?
Não, amigos! Não falo somente a minha comunidade. Falo para todos os que dizem 'Deus', e se esquecem do ser humano!
Falo para todos os que chamam Deus de Pai, enquanto esquecem que tal filiação implica numa irmandade para com o seu próximo!
É ISSO GALERA:
Enquanto o descaso para com o ser humano que está ao seu lado imperar, de nada servirão seus posts falando sobre a história e sobre os motivos da destruição do Templo de Jerusalém!
Deste mesmo modo, de nada valerão os 'Sábios de púlpito', que nunca pisaram numa favela para tirar o necessitado da pobreza, ou que nunca tiveram a coragem de denunciar a pobreza de espírito enraizada num coração abastado.
Desejo a todos um Shabat de muita Luz e um jejum consciente no Domingo, que reverbere em todos os outros dias do ano!
Recomendo SEMPRE a leitura de Isaias 58, principalmente antes de se fazer um jejum.
Abs a todos! M.Ventura!

Shalom Amigos! Receba Novidades Por email!

DIGITE SEU EMAIL

Após a inscrição confirmar na sua caixa o e-mail recebido !

 
© 2009 BEIT ITABUNA