Congregação Israelita Beit Itabuna - BA: תנ״ך - Tanach

תנ״ך - Tanach

Tanakh ou Tanach ( em hebraico תנ״ך ) é um acrônimo utilizado dentro do judaísmo para denominar seu conjunto principal de livros sagrados, sendo o mais próximo do que se pode chamar de uma Bíblia Judaica.
O conteúdo do Tanakh é equivalente ao Antigo Testamento, porém com outra divisão.
A palavra é formada pelas sílabas iniciais das três porções que a constituem, a saber:
A Torá ( תורה ),também chamado חומש (Chumash , isto é "Os cinco") refere-se aos cinco livros conhecidos como Pentateuco), o mais importante dos livros do judaísmo.
Neviim ( נביאים) "Profetas"
Kethuvim (כתובים) "os Escritos"
O Tanach é às vezes chamado de Mikrá ( מקרא ).

O Tanakh e o Velho Testamento

A divisão refletida pelo acrônimo Tanakh está atestada em documentos do período do Segundo Templo e na literatura rabínica. Durante aquele período, entretando, o acrônimo Tanakh não era usado, sendo que o termo apropriado era Mikra ("Leitura"). Este termo continua sendo usado em nossos dias, junto com Tanakh, em referência as escrituras hebraicas.
No hebraico moderno, o uso do termo Mikra dá um tom mais formal do que o termo Tanakh.
De acordo com a tradição judaica, o Tanakh consiste de vinte e quatro livros. A Torah possui cinco livros, o Nevi'im oito livros e o Ketuvim onze.
Esses vinte e quatro livros são os mesmos livros encontrados no Velho Testamento protestante, mas sua ordem é diferente. A enumeração também difere: os cristãos contam esses livros como trinta e nove, pois contam como vários alguns livros que os judeus contam como um só.
O termo Velho Testamento, apesar de comum, é muitas vezes considerado pejorativo pelos judeus, pois pode ser interpretado como inferior ou antiquado.
O termo Bíblia Hebraica é adotado por alguns estudiosos para indicar que existe uma equivalência entre o Tanakh e o Velho Testamento, tentando evitar algum sectarismo.
Os Velhos Testamentos católico e ortodoxo contêm seis livros que não estão incluídos no Tanakh. Eles são chamados "Deuterocanônicos", ou seja, canonizados em segundo ou mais tarde.
Nas bíblias das Igrejas Católica Romana e Ortodoxas, Daniel e o Livro de Esther podem incluir material deuterocanônico que não está na Tanakh ou no Velho Testamento protestante.

 Línguas
A maior parte dos livros do Tanakh estão escritos em hebraico. Partes de Daniel, Ezra, uma sentença em Jeremias e um toponimo no Génesis estão em aramaico, mas com escrita hebraica.

Fonte: Wikipédia

Shalom Amigos! Receba Novidades Por email!

DIGITE SEU EMAIL

Após a inscrição confirmar na sua caixa o e-mail recebido !

 
© 2009 BEIT ITABUNA